Quase 360 litros de água vazaram em área do sistema de dessalinização. Complexo foi destruído em 2011 por terremoto e tsunami.

Da France Presse/G1 Natureza

Quase 360 litros de água radioativa vazaram da central Fukushima em uma área que protege os sistemas de dessalinização, informou nesta sexta-feira (21) a Tokyo Electric Power Company (Tepco).

A empresa informou que o vazamento não deixou a área e foi contido, mas a causa continua sendo investigada. Os níveis de radioatividade ao redor dos postos de controle não registraram mudanças significativas. As unidades de dessalinização eliminam o sal da água usada para resfriar os reatores.

A central de Fukushima Daiichi, afetada pelo terremoto e tsunami de 11 de março de 2011, é considerada estável desde dezembro de 2011 pela TEPCO e as autoridades, mas também é cenário de diversos incidentes pela vulnerabilidade dos meios usados na emergência para evitar que as instalações saiam de controle.

Em abril, aparelho media a radioatividade da água na usina de Fukushima (Foto: Reuters/Tepco/Divulgação)

Em abril, aparelho media a radioatividade da água na usina de Fukushima (Foto: Reuters/Tepco/Divulgação)

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.

Related Posts