A empresa já criou o primeiro protótipo, feito em alumínio.  Foto: Divulgação

A empresa já criou o primeiro protótipo, feito em alumínio.
Foto: Divulgação

Por Thaís Teisen/CicloVivo

A empresa norte-americana CrowdEnergy acredita ter desenvolvido a solução para tornar o mundo independente dos combustíveis fósseis e nucleares. A alternativa consiste no uso de uma turbina de energia oceânica de alta eficiência.

O modelo é uma hélice formada por três pás, que se locomovem a partir do movimento das correntes oceânicas. Através da força das águas, as hélices giram e colocam o gerador em rotação, o que por sua vez, gera a energia.

A empresa já criou o primeiro protótipo, feito em alumínio. Mas, agora busca apoio através de financiamento coletivo no Kickstarter para a produção de um segundo modelo, feito em fibra de carbono, que será mais eficiente e criado em escala real. Com a turbina pronta, a CrowdEnergy, em parceria com a Florida Atlantic University, colocará o equipamento em funcionamento no mar e usará a energia limpa produzida.

crowdenergy1

Os pesquisadores apostam nessa opção por ser totalmente limpa e ocupar pouco espaço, se comparado à energia solar e eólica. Além disso, os oceanos sempre estão em movimento, o que garante a eficiência alta e constante, o que não acontece com os outros dois tipos de energia que podem ser influenciados pelas condições climáticas.

As turbinas de produção de energia oceânica podem ser instaladas em qualquer lugar do oceano sem causar danos aos animais marinhos. A baixa rotatividade e vibração sonora não são perigos às espécies e não afeta o ambiente em que a tecnologia está inserida.

Para reduzir a perda da energia na transferência, a empresa usará um sistema direto, que possui baixa manutenção e é até 30% mais eficiente que os modelos tradicionais.