18951010_770x433_acf_cropped-770x433

O avião movido a energia solar ‘Solar Impulse 2’, cumpriu cerca de metade da travessia entre o Japão e o Havai, após mais de dois dias e duas noites de voo consecutivo sobre o oceano Pacífico.

Jean Revillard/EPA

O avião movido a energia solar ‘Solar Impulse 2′, cumpriu cerca de metade da travessia entre o Japão e o Havai, após mais de dois dias e duas noites de voo consecutivo sobre o oceano Pacífico.

O piloto do avião experimental, o suíço André Borschberg, “conseguiu uma façanha inédita ao completar mais de 50 horas a bordo do avião”, noticia hoje a agência francesa AFP, acrescentando que ainda faltam quase mais 60 horas de voo para ser cumprida a mais longa etapa da viagem à volta do mundo do ‘Solar Impulse 2′.

“A noite foi difícil, mas fantástica”, afirmou André Borschberg, 62 anos, frisando que se encontrava em excelente forma.

Até à madrugada de hoje o ‘Solar Impulse 2′ percorreu 3.700 quilómetros a uma altitude de 3.300 metros, desde segunda-feira passada, momento em que partiu de Nagoya, centro do Japão.

O desafio do ‘Solar Impulse 2′ começou a 9 de março em Abu Dhabi, iniciando uma viagem de 35 mil quilómetros, com o objetivo de promover o uso de energias renováveis, especialmente a energia solar.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.

Related Posts