SocialGood
Redação Ecodesenvolvimento

Imagine um aplicativo que pode identificar a imagem de um ultra-som digitalizado de uma mãe grávida e enviá-la aos telefones de um médico? Isso facilitaria o acesso à saúde em países onde o sistema público é defasado, por exemplo. Essa foi a ideia de um jovem norte-americano ao criar o aplicativo mHealth para smartphone, no qual qualquer profissional de saúde do mundo pode estimular a medicina preventiva na Nigéria.

Se esta história te inspirou e faz pensar no que você poderia fazer por sua comunidade, se este tipo de informação faz parte do que você procura, talvez você se interesse pelo +SocialGood. Trata-se de uma comunidade de pessoas inovadoras, ativistas, comunicadores, empreendedores e transformadores sociais que compartilham aprendizados, experiências, informações e opiniões relacionadas ao universo da plataforma (social good).

Ferramenta possibilita aos membros ter acesso a conteúdos como saúde, educação, transparência, meio ambiente, direitos humanos

O pilar central do +SocialGood é o uso das novas mídias e da tecnologia para encontrar soluções para os grandes desafios globais de maneira inovadora e criativa. Lançada em Kuala Lumpur, na Malásia, durante a conferência Women Delivery 2013, sobre saúde e direitos das mulheres, a ferramenta possibilita aos membros ter acesso a conteúdos como saúde, educação, transparência, meio ambiente, direitos humanos, entre outros.

Desse modo, a plataforma permite que as pessoas colaborem entre si, dividam descobertas de melhores práticas, influenciem nas agendas locais e globais de eventos e encontrem novas formas de tiras suas ideias do papel.

Histórico

A plataforma foi inspirada na Social Good Summit, uma conferência global realizada anualmente durante a semana da Assembleia Geral da ONU e que visa abrir para todos as discussões referentes aos temas debatidos no evento das Nações Unidas. Em 2013 a reunião está prevista para os dias 22 a 24 de setembro, em Nova York, e busca imaginar como o mundo será em 2030.

Em 2012, o Social Good Summit agrupou pessoas de aproximadamente 300 cidades, em 150 países, para discutir sobre como fazer progressos em desafios locais e globais. O Social Good Summit Austin, por exemplo, desenvolveu um plano de combate à poluição por meio da iniciativa Work-From-Home, que pretende reduzir as emissões de gases estufa com o suporte da própria cidade de Austin.

O +SocialGood foi desenvolvido e lançado por um grupo de parceiros do Social Good Summit: Mashable92ndStreetYFundação das Nações UnidasPnud e Fundação Bill & Melinda Gates. Além de parceiros como a agência de relações públicas Profilea LiveAD e a Fundação Case .