A máquina espalha sementes de flores quando os níveis de poluição da região sobem. | Imagem: Divulgação

A máquina espalha sementes de flores quando os níveis de poluição da região sobem. | Imagem: Divulgação

Redação Ciclovivo

O designer norte-americano, Michael Jantzen, desenvolveu o conceito de uma máquina que espalha sementes de flores quando os níveis de poluição da região sobem. O equipamento deve servir para monitorar a qualidade do ar e ainda embelezar a paisagem à sua volta.

Apelidada de Eco Seed Sowing, a tecnologia possui sistema de captação de energia solar, que reduz os impactos ambientais e ainda permite maior autonomia e flexibilidade ao equipamento, que pode ser instalado em qualquer lugar, independente do alcance da rede de transmissão.

A máquina funciona de maneira semelhante aos sensores tradicionais, que coletam os dados climáticos e as condições do ar e armazenam essas informações. No entanto, seu grande diferencial é o fato de liberar sementes de flores sempre que a poluição aumenta.

O interessante do projeto é que, quanto mais poluída a área, mais flores ela terá. Segundo o criador, esta é “uma resposta simbólica de arte pública para a degradação ambiental”, conforme informado pelo site TreeHugger.

Como o sistema pode ser instalado em qualquer local, esta pode ser uma opção prática para conciliar eficiência no monitoramento do ar e ainda ajudar a melhorar a paisagem da região em que for inserido. Com informações do TreeHugger.

A tecnologia possui sistema de captação de energia solar. | Imagem: Divulgação

A tecnologia possui sistema de captação de energia solar. | Imagem: Divulgação

Quanto mais poluída a área, mais flores ela terá. | Imagem: Divulgação

Quanto mais poluída a área, mais flores ela terá. | Imagem: Divulgação

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.