Por Gabriel Felix/CicloVivo
Onda de calor que já fez mais de 30 vítimas fatais na China também traz cenas muito estranhas.  Foto :caledomac/Flickr

Onda de calor que já fez mais de 30 vítimas fatais na China também traz cenas muito estranhas.
Foto :caledomac/Flickr

A forte onda de calor que domina o território chinês é a razão de situações e cenas bizarras ocorrerem recentemente no país. Causados pelo aquecimento global, os acontecimentos ganharam repercussão em sites de notícias do mundo inteiro e nas redes sociais.

Com temperaturas médias acima dos 40 graus, dá pra ver gente fritando ovo no asfalto, pista de aeroporto derretendo e até um panda se refrescando em cima de um cubo de gelo. Mas o cenário é mais preocupante do que curioso: de acordo com as autoridades do país, mais de 31 pessoas já morreram por consequências do calor extremo.

Foto: EPA

Foto: EPA

A cena acima foi registrada no zoológico de Wuhan, na última terça-feira (12). Com os termômetros marcando 37 graus à tarde, o panda foi flagrado descansando em cima de um cubo de gelo. O zoo está situado na província de Hubei, no centro da China, uma das mais afetadas pela onda de calor.

Estima-se que 11,5 milhões de habitantes são diretamente prejudicados pelas altas temperaturas. Além do prejuízo econômico causado pela redução da atividade agrícola, os chineses também sofrem com a escassez de água potável, uma vez que os reservatórios estão secando.

Foto: Pockafwye/Flickr

Foto: Pockafwye/Flickr

A mais forte onda de calor dos últimos 140 anos na China também levou alguns chineses a preparem suas refeições no asfalto. Foram colocados ovos, camarões, bacon e até pedaços de carne dentro de algumas panelas – ou no chão mesmo – e os alimentos saíram de lá fritos, pronto para consumo.

Foto: zackstern/Flickr

Foto: zackstern/Flickr

O asfalto de uma pista do aeroporto de Yiwu, na província chinesa de Zhejiang, derreteu devido ao calor que assola a região. Um avião da companhia estatal Air China foi impedido de levantar voo no local, depois que suas rodas afundaram na pista, comprometida pelas altas temperaturas. Ninguém ficou ferido.

No momento em que o avião se preparava para decolar, o afundamento das rodas causou desestabilidade total no veículo. De acordo com jornais chineses, as autoridades locais assumiram que o incidente foi causado pela elevação dos termômetros. A viagem foi cancelada e o aeroporto foi interditado imediatamente.