O Governo federal lança o Projeto Cataforte 3 e destina até R$ 200 milhões para as associações e catadores de material reciclável ou reutilizável. Parte destes recursos se destinam a capacitação técnica dos catadores.
Veja o texo publicado pelo site do Governo:
“O governo brasileiro lançou, nesta quarta-feira (31), a terceira fase do Programa Cataforte – Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias. A ação prevê investimentos de R$ 200 milhões em empreendimentos de catadores de materiais recicláveis, possibilitando a inserção de cooperativas no mercado da reciclagem e na cadeia de resíduos sólidos.
Com o Programa, serão realizadas ações de assistência técnica, capacitação de catadores e lideranças, apoio à elaboração de planos de negócios, ampliação e nivelamento da infraestrutura das cooperativas.
O projeto prevê ainda possibilidades de acesso a produtos bancários, como capital de giro, a serem disponibilizados pelo Banco do Brasil, acesso ao Cartão BNDES, ao Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), ao Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
O Cataforte também destinará recursos para a estruturação de cooperativas e associações possibilitando que estes empreendimentos solidários se tornem aptos a prestar serviços de coleta seletiva para prefeituras, participar no mercado de logística reversa e realizar conjuntamente a comercialização e o beneficiamento de produtos recicláveis. Nesta terceira etapa do Cataforte, pretende-se alcançar 35 redes, 250 empreendimentos solidários e mais de 10 mil catadores.
Durante a cerimônia de lançamento, também foi assinada a portaria que institui o Comitê Estratégico do Cataforte, que é formado por representantes da Secretaria Geral da Presidência da República, Ministério do Trabalho, Ministério do Meio Ambiente, Fundação Banco do Brasil, Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Petrobras e Banco do Brasil.”

20130807-132344.jpg

About The Author

Thiago Itacaramby é jornalista diplomado e especialista em Marketing. Possui experiências profissionais nos setores público e privado. Atua em órgãos não governamentais ligados ao meio ambiente e possui conhecimentos na elaboração de projetos. Estudante de Gestão Ambiental no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).