EcoD

Gustavo Fruet (com a mão estendida) cumprimenta a população.

Gustavo Fruet (com a mão estendida) cumprimenta a população. Foto: Da assessoria

Ver políticos se deslocarem por meio de transportes alternativos em plena cidade pode até ser cena comum em alguns lugares da Europa, mas, no Brasil, essa é uma realidade difícil de imaginar. O novo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), resolveu dar o exemplo ao comparecer à sua posse na terça-feira, 1º de janeiro, montado em uma “magrela”, a fim de cumprir uma promessa que fez durante a campanha eleitoral.

Segundo Fruet, que foi de táxi de casa até a Câmara de Vereadores, e de lá seguiu de bike até a sede da prefeitura, o fato pode ser definido como um simbolismo e incentivo aos modais alternativos aos automóveis.

De acordo com ele, o transporte coletivo será o primeiro assunto a ser tratado em seu governo. “O transporte é uma bomba relógio, os dados são preocupantes”, observou o novo prefeito.

A esposa de Fruet, Marcia Oleskovicz, alguns vereadores e dezenas de eleitores o acompanharam na pedalada.

No plano de governo do alcaide, uma das iniciativas é o incentivo do uso da bicicleta para pequenos percursos. O novo prefeito, durante a campanha, prometeu construir 300 quilômetros de ciclovias na cidade.

Para o economista, historiador e ex-prefeito de Bogotá (Colômbia), Enrique Peñalosa, “segurança não é só assunto de polícia: tem a ver com urbanismo, mobilidade e cultura”. Em entrevista concedida ao Estadão, em novembro de 2012, ele defendeu que uma cidade só é feita com gente na rua – e o incentivo ao uso da bicicleta contribui para isso.

About The Author

Thiago Itacaramby é jornalista diplomado e especialista em Marketing. Possui experiências profissionais nos setores público e privado. Atua em órgãos não governamentais ligados ao meio ambiente e possui conhecimentos na elaboração de projetos. Estudante de Gestão Ambiental no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Related Posts