Pesquisadores da Unesp descobriram outra fonte muito eficiente para a fabricação da cachaça: o bagaço da laranja. | Foto: Fernando Stankuns/Flickr

Pesquisadores da Unesp descobriram outra fonte muito eficiente para a fabricação da cachaça: o bagaço da laranja. | Foto: Fernando Stankuns/Flickr

Redação Ciclovivo

A cachaça é uma bebida típica brasileira que tem como principal matéria-prima a cana-de-açúcar. No entanto, pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) descobriram outra fonte muito eficiente para a fabricação da bebida: o bagaço da laranja.

A utilização da matéria-prima alternativa já passou por testes e os resultados comprovam a sua eficiência e qualidade. Esta opção também barateia a fabricação da bebida e a deixa mais sustentável, já que reutiliza os resíduos da indústria dos sucos.

Os experimentos foram feitos no campus da universidade em Araraquara, a partir do líquido extraído do bagaço da laranja, chamado de líquor, que é fermentado e destilado até que se torne uma bebida alcoólica. Para que a cachaça alcançasse a qualidade ideal, os cientistas precisaram envelhecê-la em tonéis de madeira, em um processo semelhante ao da fabricação do uísque.

Já foram iniciados os procedimentos para a obtenção de patente e junto com isso foram feitas análises de viabilidade econômica e de mercado. De acordo com os pesquisadores, conforme noticiado pelo G1, o Brasil é capaz de fabricar um bilhão de litros da cachaça do bagaço da laranja por ano. Os custos são muito menores que os da pinga tradicional e comercialmente ela tem potencial para ser vendida em território nacional e internacional.

O produto final ainda não foi totalmente desenvolvido, pois os estudantes estudam novas alternativas para elevar ainda mais a viabilidade e eficiência no processo de fabricação da aguardente. Com informações do G1.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.

Related Posts