A energia eólica (proveniente dos ventos) desponta cada vez mais no Brasil, beneficiada pelas condições climáticas do país somadas ao sucesso dos leilões realizados pelo governo, preço atrativo e incentivos fiscais voltados a instalações das empresas. Já a energia solar ainda engatinha por aqui, embora o fator clima também contribua muito para o seu desenvolvimento.

Enquanto isso, em boa parte do mundo o mercado dos grandes parques de energia solar se fortalece. A capacidade instalada mundial de geração de energia a partir de centrais solares de grande porte quase dobrou nos últimos 12 meses, segundo um estudo da consultoria WikiSolar. Atualmente o mundo conta com 12,2 Gigawatts (GW) em capacidade instalada em 488 centrais solares.

O estudo é limitado às instalações com no mínimo 10 MW de capacidade, o suficiente para abastecer cerca de 3 mil residências. Nesse mercado, a China trava uma disputa acirrada com a Alemanha pela liderança de nova instalações.

Listamos a seguir, os cinco países com maior número de instalações de grande porte e o potencial de produção de cada uma delas.

1º China

Número de parques: 118

Potencial total instalado: 2.851 MWp

Fatia do potencial mundial: 23,5%

Número de parques novos em 2012: 75
2º Alemanha

Número de parques: 102

Potencial total instalado: 2.811 MWp

Fatia do potencial mundial: 23%

Número de parques novos em 2012: 38
3º Estados Unidos

Número de parques: 63

Potencial total instalado: 1.996 MWp

Fatia do potencial mundial: 16,3%

Número de parques novos em 2012: 29
Espanha tem potencial instalado de 1.063 MWp
Foto: Greenpeace/ Markel Redondo

4º Espanha

Número de parques: 64

Potencial total instalado: 1.063 MWp

Fatia do potencial mundial: 8,7%

Número de parques novos em 2012: 2
5º Índia

Número de parques: 44

Potencial total instalado: 819 MWp

Fatia do potencial mundial: 6,7%

Número de parques novos em 2012: 30

Parque no Ceará

O Ceará deve abrigar, até o fim de 2013, o maior parque de energia solar do país. Ao todo a empresa cearense Kwara (que tem sócios em São Paulo e nos EUA) deve investir R$ 60 milhões para a instalação de uma potência de 10 megawatts (MW) no município de Russas (a 156km de Fortaleza), segundo informou o Diário do Nordeste.

A construção do projeto tem previsão de ser iniciada até junho. A capacidade instalada deve ser o suficiente para abastecer uma cidade com cerca de 100 mil habitantes, de acordo com o diretor geral do empreendimento, Augusto César Rodrigues, e deve atender o mercado livre de energia, ou seja, deve comercializar o fornecimento com indústrias ou grandes empresas.

Área
Batizado de Kwara Solar Russas I, o parque conta com investimento próprio dos sócios e é planejado desde maio de 2012. Para a construção, deve utilizar 47 hectares, dos 450 hectares do terreno já adquirido. A localização é estratégica. O terreno fica nas margens da BR 116, em Russas – e fica a 11 Km das subestações da Companhia Energética do Ceará (Coelce) e da Companhia Hidrelétrica do Rio São Francisco (Chesf), nas quais deve lançar a energia gerada.

About The Author

Thiago Itacaramby é jornalista diplomado e especialista em Marketing. Possui experiências profissionais nos setores público e privado. Atua em órgãos não governamentais ligados ao meio ambiente e possui conhecimentos na elaboração de projetos. Estudante de Gestão Ambiental no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Related Posts