REDAÇÃO ECOPENSAR

A toalha de papel tem uma pegada de carbono 70% maior que a máquina de secar. Foto: Divulgação

A toalha de papel tem uma pegada de carbono 70% maior que a máquina de secar. Foto: Divulgação

Falamos muito sobre preservação ambiental, e o que pode ser feito para que as atividades humanas possam ter menores impactos ambientais. Mas o que estamos fazendo de fato para reduzir estes impactos ambientais. Em um estudo realizado pela UNICAMP, publicado na revista Ciência Ambiental on-line volume 3 ano 1, ficou claro que a substituição do papel toalha por secadores de mãos a ar reduzem até 95% do custo. Portanto, muito mais barato. A produção de 1 quilo de celulose virgem utilizada para fabricação do papel toalha utiliza 540 litros de água.

Após o uso, o papel toalha não pode ser reciclado, tornando se resíduo sólido cujo destino mais comum são os lixões. Temos ainda que considerar que para secagem das mãos devem ser utilizadas 2 folhas de papel, mas a média geral é de 3 a 4 folhas por secagem, o que gera desperdício. A quem defenda o uso do papel alegando o uso da energia para acionamento do secador. Concordo, desde que entendam que para produzir o papel também se usa energia elétrica. E acredito seja em grande quantidade. Se são mais econômicos, sustentáveis, ecologicamente corretos, reduzem os impactos ambientais, por que os secadores não são utilizados em larga escala.

Cientistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT) debruçaram-se sobre este dilema durante os últimos meses. Produziram um estudo sem precedentes que analisou o ciclo de vida dos métodos mais comuns de secagem das mãos em banheiros públicos, inclusive o uso de toalhas de pano e papel, e diversos equipamentos que emitem jatos de ar quente ou frio. Concluíram que a toalha de papel tem uma pegada de carbono 70% maior que a tecnologia mais inovadora do mercado, o secador a ar frio de alta velocidade que aparece na foto ao lado.

Parece uma pesquisa importante de ciclo-de-vida que pode ajudar o cidadão a reduzir o impacto ambiental de suas decisões, certo? Sim, é verdade. Mas investigue um pouco mais a fundo a questão e você descobrirá que existem outras formas de secar as mãos, como por exemplo, na própria roupa, sabemos que, para proteger o planeta tudo é possível e uma atitude ecologicamente correta já basta.

About The Author

Thiago Itacaramby é jornalista diplomado e especialista em Marketing. Possui experiências profissionais nos setores público e privado. Atua em órgãos não governamentais ligados ao meio ambiente e possui conhecimentos na elaboração de projetos. Estudante de Gestão Ambiental no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).