Nuvens brilhantes noturnas. Foto: Lyn M. Briton

Nuvens brilhantes noturnas. Foto: Lyn M. Briton

Uma rara formação de nuvens foi flagrada à noite sobre a cidade de Scarborough, na costa do condado de North Yorkshire, no nordeste da Grã Bretanha.

BBC Brasil

Nuvens noctilucentes ou mesosféricas polares, se formam tão alto que continuam a receber a luz do sol mesmo depois do entardecer.

As nuvens noctilucentes se formam a 85 km de altura, uma altitude oito vezes maior que as outras nuvens mais altas, já nos limites da mesosfera (uma das camadas superiores da atmosfera), segundo Paulo Hudson, do programa da BBC Look North.

Hudson acrescentou que estas nuvens costumam se formar no verão.

As nuvens polares noctilucentes variam muito, em algumas noites surgem no céu e em outras, desaparecem por completo, sem que se saiba as causas. Provavelmente a ocorrência delas tem a ver com as condições atmosféricas.

A frequência deste tipo de nuvens pode dar indícios sobre mudanças no clima: acredita-se que elas sejam consequência de variações de longo prazo na mesosfera.

A palavra noctilucente é derivada do latim e significa “brilho noturno”.