Fiscalização Ibama e Icmbio. Fotos: Helder Oliveira/ICMBio

Fiscalização Ibama e Icmbio. Fotos: Helder Oliveira/ICMBio

Geandro Pantoja/Ibama-AM

Durante ação conjunta de fiscalização, agentes do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com apoio de policiais do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Amazonas, apreenderam quatro balsas de dragagem mineral, quatro empurradores, 1,04 kg de ouro e uma voadeira com motor de 40 hp que realizavam atividades garimpeiras clandestinas no rio Boia, município de Jutaí/AM. Os infratores envolvidos na atividade foram multados em R$ 27 milhões.

O garimpo do rio Boia tem causado graves impactos ambientais ao leito do rio, como alteração de meandros, sedimentação e assoreamento. Além disso, também tem provocado poluição e contaminação das águas por uso de mercúrio metálico, mortandade de peixes e destruição de matas ciliares.

O Ibama e o ICMBio continuarão monitorando a região para impedir o retorno das atividades garimpeiras ilegais e assegurar a regeneração natural das áreas impactadas, que estão próximas da Estação Ecológica Jutaí-Solimões, da Reserva Extrativista Rio Jutaí e da Terra Indígena do Rio Biá.