Com formato inspirado nas colmeias de abelhas, a fachada sustentável é composta por placas dupla-face superfinas, revestidas de dióxido de titânio. | Foto: Divulgação

Com formato inspirado nas colmeias de abelhas, a fachada sustentável é composta por placas dupla-face superfinas, revestidas de dióxido de titânio. | Foto: Divulgação

Redação Ciclovivo

Construído na Cidade do México, o Hospital Manuel Gea Gonzalez vai ganhar uma fachada capaz de purificar o ar poluído da capital mexicana. A obra sustentável, que chama atenção pelo design arrojado, levou três anos para ficar pronta e será entregue em abril de 2013.

Um dos conceitos empregados pelos arquitetos do escritório Elegant Estabellishments foi fazer com que a construção tivesse mais interação com todas as pessoas da cidade. Assim, depois que as obras da Torre de Especialidades forem concluídas, boa parte da capital mexicana será beneficiada com o moderno sistema instalado no prédio, que filtra as partículas de poluição presentes no ar.

Com formato inspirado nas colmeias de abelhas, a fachada sustentável é composta por placas dupla-face superfinas, revestidas de dióxido de titânio. Ao reagir com a luz do sol, este material neutraliza a poluição do ar. Assim, se o mesmo sistema for instalado em outros locais do planeta, também será capaz de diminuir os níveis de gás carbônico e outras toxinas lançadas na atmosfera.

Localizado na zona sul da Cidade do México, o Hospital Manuel Gea Gonzalez pode ser uma das mais importantes soluções de arquitetura sustentável no mundo, já que a capital mexicana tem uma alta taxa demográfica e, além de enfrentar o trânsito caótico, ainda tem problemas com a quantidade de carros antigos e irregulares nas ruas, que só aumentam a emissão de partículas de carbono na região. Com informações do InHabitat.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.