A praça é um exemplo de preocupação com o ambiente e também com a acessibilidade. | Foto: Consciente Construtora

A praça é um exemplo de preocupação com o ambiente e também com a acessibilidade. | Foto: Consciente Construtora

Redação Ciclo Vivo

Em janeiro deste ano começou a funcionar a primeira praça com conceito sustentável da capital de Goiás. A ideia era inspirar a população ao fazer uma construção no espaço público baseada em princípios ecológicos.

O projeto “Praça Conceito Consciente”, lançado em Goiânia, deu vida a uma praça com piso drenante, que absorve 90% da água da chuva, substituindo a tradicional grama. Dessa forma, há uma economia de água que pode ser usada para realizar a manutenção do local.

Foram utilizados diversos materiais reciclados na construção. Madeira de reflorestamento ou de reuso e um jardim sensorial para os deficientes visuais, em especial, são mais exemplos da preocupação com o ambiente e também com a acessibilidade. O projeto foi realizado em parceria com a Prefeitura da cidade, por intermédio da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), e da Consciente Construtora, que tem como presidente, Inácio Ferreira, idealizador do Projeto Calçada Consciente.

A área total da praça é de 1.400 metros quadrados. O espaço ganhou um estacionamento arborizado com espécies de Ipê Rosa e Branco, parquinho feito com madeira de reflorestamento e uma estrutura suspensa conhecida como pergolado, com vasos de plantas aromáticas como orégano, tomilho, cebolinha, pimenta, entre outros. A área tem um espelho d’água e um bosque com plantas frutíferas como pitanga, jabuticaba e acerola.

“Essa é a amostra de que a nossa cidade está preparada para a mudança. Precisamos sensibilizar a população de que atitudes sustentáveis levam a uma melhor qualidade de vida”, afirmou a presidente da Agência do Meio Ambiente, Mayza Constantino.

O projeto também se preocupou com a acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e instalou rampas de acesso e passeio público mais largo. Com garrafas PET foram feitas hortas verticais e pneus foram transformados em vasos e bancos. Com informações do Diário da Manhã e Diretório Estadual de Goiás.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.