AKATU

Iniciativa une as duas pontas do consumo consciente de alimentos e reúne restaurantes em torno da causa.

Iniciativa une as duas pontas do consumo consciente de alimentos e reúne restaurantes em torno da causa.

Muitas pessoas comem menos do que a porção tradicional de comida oferecida nos restaurantes. Os alimentos que sobram nos pratos são jogados no lixo sem necessidade. O projeto Satisfeito idealizado pelo Instituto Alana em coautoria com o Grupo Egeu, é uma ideia simples que pode ajudar a diminuir este problema e ainda combater a fome de forma inteligente: com a ajuda do consumidor.

Baseado no dado de que um terço dos alimentos consumidos vão direto para o lixo, o projeto estimula a compra de pratos na versão “satisfeito”, que traz porções de alimentos um terço menores do que as do prato de tamanho normal, e é oferecido pelo mesmo preço do prato em tamanho normal. A partir da venda dos pratos satisfeitos, o estabelecimento doará a diferença em dinheiro para instituições nacionais e internacionais que trabalham no combate à fome. Qualquer cliente que vá até um dos restaurantes participantes do projeto encontra pratos disponíveis com a indicação da campanha.

O Programa Mundial de Alimentos da ONU considera que uma refeição diária saudável para uma criança em idade escolar custa o equivalente a 25 centavos de dólar. A ação proposta pelo Satisfeito dimensionará sua abrangência por meio desta medida.

About The Author

Thiago Itacaramby é jornalista diplomado e especialista em Marketing. Possui experiências profissionais nos setores público e privado. Atua em órgãos não governamentais ligados ao meio ambiente e possui conhecimentos na elaboração de projetos. Estudante de Gestão Ambiental no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Related Posts