A Apple investiu em uma máquina que garante a automação do processo. Foto: Divulgação

O ouro está presente em diversos componentes internos de smartphones, computadores e outros eletrônicos.

Redação CicloVivo

A reciclagem é mesmo uma excelente fonte de capital. A norte-americana Apple é prova disso. Através do programa de reciclagem da marca, a companhia conseguiu recuperar US$ 40 milhões de dólares, apenas com o reaproveitamento do ouro usado nos componentes internos dos aparelhos.

De acordo com o relatório de sustentabilidade da Apple, a empresa conseguiu recuperar quase 28 mil toneladas de metais, provenientes dos aparelhos descartados e fora de uso. Todo esse resíduo deixou de ser simplesmente rejeitado, para ganhar novos usos.

Em um smartphone, por exemplo, os componentes internos, como condutores e câmeras possuem pequenas quantidades de ouro. Somando tudo isso, cada aparelho celular rende, em média, 30 mg de ouro. Isso sem contar todo o metal precioso usado na fabricação de computadores e outro eletrônicos.

Para tornar o processo de reciclagem mais eficiente, a Apple investiu em uma máquina que garante a automação do processo. Para se ter ideia, o equipamento é capaz de desmontar um iPhone em apenas 11 segundos.

Apenas em 2015, a companhia norte-americana conseguiu reciclar diversos materiais, entre eles: plástico, vidro, zinco, alumínio, prata, ouro, níquel e cobalto.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.

Related Posts