A estilista não come nada de origem animal e abomina o uso de couro ou peles na produção de suas coleções. | Foto: Divulgação

A estilista não come nada de origem animal e abomina o uso de couro ou peles na produção de suas coleções. | Foto: Divulgação

Redação Ciclovivo

Stella McCartney, filha do ex-Beatle Paul McCartney, ganhou destaque na semana de moda em Paris com sua linha ecologicamente correta. Sapatos biodegradáveis, tecidos nobres, e ausência de couro e peles são alguns dos itens que desfilaram nas passarelas da capital francesa.

A britânica apresentou sua coleção de inverno, na última segunda-feira (4). De acordo com a Folha de S. Paulo, Stella foi a única estilista que conseguiu construir uma marca lucrável com base na sustentabilidade. Durante o evento, ela chegou a pedir a manutenção da proibição da caça de ursos polares com fins comerciais.

Em sua conta na rede social Twitter, a estilista contou que fez uma viagem à Manitoba, no Canadá, apenas para admirá-los. Eles, de acordo com suas palavras, são criaturas espetaculares da natureza. Stella também lamentou a previsão de dois terços da população mundial de ursos polares desaparecerem até 2050.

A filha do astro britânico estreou no mundo da moda, em 1997, comandando a marca francesa Chloé. Em 2001, decidiu investir em uma marca própria dentro da Gucci. Atualmente, estima-se que seu império seja de cem milhões de euros, equivalente a R$ 257, 6 milhões.

Para alcançar tal crescimento, Stella não precisou abandonar seus valores éticos. A causa ambientalista da estilista também segue ideais defendidos pela mãe vegetariana Linda McCartney, que morreu em 1998.

A estilista também não come nada de origem animal e abomina o uso de couro ou peles na produção de suas coleções. Invés disso, ela prefere tecidos orgânicos, como lã e algodão.

Sua marca parece seguir os princípios ecológicos defendidos pelo Greenpeace. O órgão ambiental tem pressionado as grandes companhias da moda que utilizam produtos tóxicos na produção de suas roupas. Inclusive, desafiou 15 marcas de luxo a adotarem práticas sustentáveis e criou o ranking “Duelo da Moda” avaliando-as com base em três quesitos: couro, embalagem e têxtil. Com informações da Folha.

About The Author

Noticiar o pensamento ecológico! Trazendo até vocês notícias e ideias que fazem a diferença para o meio ambiente e para a humanidade.

Related Posts