CO2UBE_FROM_ECOVIATE.png.662x0_q100_crop-scale

Redação Ecopensar.com

Dois jovens pesquisadores desenvolveram um assessório para o tubo de escape “carros pessoais que poderia reduzir consideravelmente a sua propensão para expelir o dióxido de carbono (CO2). Chamado de CO2ube, este sistema de filtração útil para o seu carro utiliza agentes biológicos e reações químicas para reduzir o CO2 provocadas pela combustão do seu motor, para mantê-los de alcançar a atmosfera da Terra.

Para Jaggi e Jonny Cohen, fundadores da Ecoviate, o ar quente que sai do escapamento do carro carrega as diversas partículas poluidoras e para diminuir isso, desenvolveram o tubo a ser adicionado ao escapamento, dentro dele há minúsculas estruturas micro-vilosidades – telas, se você preferir – em uma formação escalonada, para esfriar o ar quente e filtrá-lo das partículas poluentes.

Isso acontece por causa de uma alga especial que cresce dentro do CO2ube usa algum do CO2 produzido no fluxo de escapamento para a fotossíntese. Além disso, a parte do escape arrefecido cria ácido carbónico, que é neutralizado por meio de hidróxido de sódio.

Os inventores do CO2ube dizem que a corrente de escape termina reduzindo o CO2, embora não tenham dito exatamente quanto. Mas eles esperam arrecadar $ 18,000 através de uma campanha Kickstarter para ajudar a financiar a produção em larga escala de seu mais recente protótipo do filtro CO2ube.

Uma desvantagem do CO2ube é que o filtro deve ser trocado periodicamente, assim, o custo anual típico para os motoristas será em torno de US$ 500 a cada troca de filtro. Jaggi e Cohen estão esperando que eles vão conseguir a aprovação para os usuários CO2ube dirigir em HOV (veículo de alta ocupação), devido ao fato de que os carros com o dispositivo será como LEV (veículos de baixa emissão). Com informações treehugger.