Míriam Belchior e o embaixador: velha parceria. Paulo de Araújo/MMA

Míriam Belchior e o embaixador: velha parceria. Paulo de Araújo/MMA

Ações de cooperação internacional estão relacionadas à visita da comitiva alemã liderada pela chanceler Ângela Merkel

Por Marta Moraes/MMA

O secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Francisco Gaetani; o diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Raimundo Deusdará; e o secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do MMA, Carlos Guedes de Guedes participaram nesta terça-feira (19/8), em Brasília, na Caixa Econômica Federal, da assinatura do Memorando de Entendimento entre a instituição e o banco alemão KFW Bankengurppe para cooperação nas áreas de eficiência energética, energia renovável e conservação de florestas.

A assinatura do memorando integra a agenda de ações de cooperação internacional no âmbito da Caixa, relacionadas à visita da comitiva alemã liderada pela chanceler Ângela Merkel, que se reunirá com a presidenta Dilma Rousseff esta semana. O embaixador da República Federativa Alemã, Dirk Brengelmann, presente ao evento, destacou que essa assinatura faz parte de uma semana que será muito produtiva para a relação dos dois países.

Participaram também do evento Stephan Opitz, membro do Comitê de Gestão do KfW; André Ahlert, diretor do KfW; e o chefe do Departamento da América do Sul do Ministério de Cooperação e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ), Paul Garaycochea, entre outras autoridades.

MISSÕES SIMILARES

A presidenta da Caixa, Miriam Belchior, destacou que a instituição e o KfW possuem missões similares. “Elemento que nos une e facilita a criação de oportunidades para agendas convergentes”, destacou. Ela explicou que o documento aponta possibilidades concretas de ampliar a parceria entre as duas instituições, e aproveitar sinergias na construção de projetos inovadores e sustentáveis. “Gostaria de reafirmar nossa satisfação por mais essa ação que consolida a cooperação entre nossos países e instituições sobre iniciativas para a mitigação dos efeitos da mudança climática, com foco nas áreas de eficiência energética, energia renovável e conservação de florestas”, enfatizou.

Stephan Opitz, membro do Comitê de Gestão do KfW, ressaltou que este é um momento para olhar as soluções e não os problemas, e que a assinatura do documento marca o início de uma cooperação muito promissora nas áreas de eficiência energética, energia renovável e conservação de florestas.

A CAIXA E O MMA

Durante o encontro, a presidenta da Caixa destacou ainda o trabalho exitoso da Caixa e do KfW no Projeto Cerrado Jalapão, fruto de um acordo de cooperação técnica e financeira entre o MMA e o Ministério da Conservação da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha (BMU), por meio do KFW .

“Nos orgulhamos muito dessa iniciativa voltada à prevenção e controle de queimadas irregulares e de incêndios florestais no cerrado brasileiro”, disse.

O secretário executivo do MMA, Francisco Gaetani, comemorou a entrada da Caixa na agenda ambiental. “A Caixa já atua nessa agenda, mas com essa parceria e com o edital para o Cadastro Ambiental Rural (CAR), lançado recentemente, a instituição está dando um salto”.